Saudade Pon.te para o Haiti

Pon é como se diz ponte em crioulo, língua do povo haitiano. 
Ponte é como se diz pon em português, língua do povo brasileiro, país que mais recebeu haitianos na atual onda migratória iniciada após o terremoto de 2010, a maior em toda a história de irmandade entre os dois povos.
Atravessando o rio de milhares de vidas, o caminhar para o sul construiu pontes bravamente atravessadas.
Pontes que, ainda presentes e percorridas pelas miradas das saudades, são os caminhos que percorremos inversamente nesse documentário em fase de produção pela plataforma quandonde e seus parceiros, Centro Cultural Brasil-Haiti, Guilherme Lourenço Gomez, Xamã Filmes e Performers Sem Fronteira.

Em uma ação que integra intervenção urbana e vídeo-cartas, o quandonde levou ao 12º Festival Quatre Chemin, em Porto Princípe, vídeo-cartas gravadas por haitianos à sua terra natal. Tendo o tema saudade como norte, as mensagens contam um pouco da vida no Brasil e o que é ver sua terra com a perspectiva do tempo passado por aqui.

 

Participações em festivais: 12º Festival Quatre Chemin [Porto Princípe-Haiti | 2015].

Saudade Pon.te para o Haiti

Exibição de videocartas de haitianos residentes no Paraná destinadas ao seu país, realizada no Yanvalou Café-Bar-Restaurant como parte da programação do 12 Festival Quatre Chemins. Fotografia: Werner Garbers