Feira de Trocas Poéticas

Boa parte das relações humanas parecem ter sido quase permanentemente cooptadas por trocas mercantis. Nesses
tempos, raramente imaginamos um encontro (mesmo os afetivos) que não seja inspirado ou acompanhado por algo
a se comprar: entradas no cinema, uma pizza, uma cervejinha, uma caixa de chocolates, um DVD novo, presentes
adquiridos em lojas. Nesse universo se exclui uma infinidade de possibilidades não-mercantis nas quais outras
relações - e as trocas que elas contêm - podem se estabelecer: como encontrar-se para um cafuné, para um abraço,
para um balanço na rede, para contar histórias, passear de olhos vendados, desenhar uns aos outros, trocar objetos
eleitos pelas boas histórias que carregam consigo. Foi em busca da criação de espaços onde tais trocas possam se dar
que se estabeleceu a ação Feira de Trocas Poéticas, para lembrarmos que as relações humanas não devem estar
apenas ou primeiramente submetidas às relações mercantis.
As relações intersubjetivas são o princípio e o fim desta ação que convida as pessoas a realizar trocas simbólico-afetivas
que instauram momentos de intimidade e poesia entre recém-conhecidos.

Participações em festivais: Projeto Rondon [Barra do Jacaré-PR | 2017]; 5 anos quandonde [Curitiba | 2017]; Curto-Circuito de Performance [Chapecó-SC | 2016]; Interarte II [Curitiba-PR | 2016]; Intercâmbio com Núcleo de Vendas [Guarujá-SP | 2016]; Mostra de Performance [Florianópolis-SC | 2015]; Feira de Descartes [Curitiba | 2015]; Festival Nenhum dos Mundos de Performance Urbana [Contagem-MG | 2014]; Mostra de Rua do Sesc da Esquina [Curitiba | 2014];  Palco Giratório [Curitiba-PR | 2014];  X Simpósio de Arte-Educação [Guarapuava e Lapa-PR | 2013]; I Mostra quandonde [Curitiba | 2013]. 

 

 

Fotografia do Menu Principal: Abraham Muñoz.

Feira de Trocas Poéticas

Festival Nenhum dos Mundos de Performance Urbana - Contagem (MG) Fotografia: Dayane Gomes