Entre Tropeços

Entre Tropeços é uma performance que integra a pesquisa de mestrado Pistas para uma poética dos acidentes, sob orientação da prof. Dra. Sandra Meyer, que tem como disparador poético a noção de acidente: "emergência disruptiva do caminho" (Fernanda Eugénio), mudança de direção. Como lidar com a força/ forma que o acidente se apresenta, como acolhê-lo, em vez de renegá-lo, ressenti-lo, considerá-lo um ruído a ser superado? Como manusear o acidente como matéria de invenção artística?Estas são algumas das questões que tocam esta investigação, que utiliza como procedimento a deriva (caminhar pela cidade sem rumo predeterminado) e um modo de relação atento aos sinais de presença do outro (enquanto força que afecta o corpo) para procurar por um cúmplice, com localização desconhecida, cujo contato é mantido apenas por telefone. A relação entre interventora e cúmplice se configura como um jogo com regras que vão sendo construídas a partir de pistas sobre espaço-tempos.

Cada cúmplice indica uma pessoa para ser o novo cúmplice, como um telefone sem fio que mantém a performer em movimento. No entanto, sempre existe a possibilidade de alguém desistir e uma nova corrente de cúmplices se formar, por isso se você tem o interesse de participar dessa ação, entre em contato.

Participações em festivais: Intercâmbio com Núcleo de Vendas [Curitiba | 2016].

 

 

Fotografia do Menu Principal: Bruno Pósnik Roloff
 

Entre Tropeços

Em deriva pelas ruas de Almirante Tamandaré (PR) Fotografia: Bruno Pósnik Roloff